Corrido das Ilhas

Música e letra: João Gregório



Tem lagoas, tem ilhéus
Tem as Furnas, tem os meus
Sentimentos mais profundos

Tem fumaça, tem vulcão
Verdes campos, deste chão
Cheios de vales fecundos

O exótico, a ribeira
Transborda à nossa beira
À volta um mar intenso

Que rodeia e rodopia
E joga com este céu
E o seu azul imenso
À volta um mar intenso

São Miguel até à vista
Não te vou perder a pista
Olha ali Santa Maria

Um milhafre vai voando
Um cagarro entoando
Na noite a seguir ao dia

Vou correr de maneira
Até chegar à Terceira
Terra brava valentia

No São João vimos os toiros
Sentimos os nossos coiros
Olha lá a picardia

Fugimos p'rá ilha branca
Graciosa numa lancha
Passámos um outro dia

Os moinhos esbracejando
E o vento inspirando
O culto da maresia

Depois veio São Jorge
Com o queijo, as falésias
A beleza das fajãs

E dali à ilha negra
Os mistérios que encerra
Levam-nos até ao vinho
O seu encanto é divino

No Pico não nos picámos
As baleias avistámos
Num veleiro, no canal

Chegámos à fortaleza
Ilha azul e de beleza
De hortências, o Faial

Do Corvo até às Flores
Esp'rito Santo e amores
E muitas lendas se cantam

Num oceano que brota
Vinde todos nesta rota
A estas ilhas que encantam