Bar da U.A.

Música e Letra: Rafael Fraga

Vi o primo AfonsoNum dia tão descansado
A beber calmamente
Um copo desconsolado

Vai mal o clima
Já não temos vontade
Que raio de sistema
O da Universidade

Estava dia e noite
Sentado sempre a pensar
Que seria de mim
Ai se não fosse o bar

Fomos ajudá-lo
O dia estava a chegar
Não a minha ressaca
Nunca ma hão-de tirar

Refrão
Ele estava exausto
Muito custa gozar
Os deleites da vida
Que lhe oferece o Bar
Mas mesmo assim
Lá está ele sempre a rir
Esvaziar a garrafa
É um dever a cumprir