Rua da Saudade
Música: Bruno Couto, João Pedro Ponte, Miguel Matias
Letra: Miguel Matias


De olhos postos na Lua
Que já não tem idade
Há algo que nos encanta
E uma doce voz nos chama
A ser de novo criança

Á beira de uma janela
Uma guitarra a tocar
Saudades, vida, memórias
Acordes que surgem no ar
E contam-se velhas histórias

Refrão
Na rua da saudade
Caminha o trovador
De olhos postos na Lua
Canta seu amor

Levar, levar
Bem alto este cantar
Depressa para ao céu chegar