Musska d'Amô
Música: João Pedro Ponte
Letra: Hélder Medeiros


E se eu morrer
Se adormecer
Que a brasa do inferno baptize esta dor
Se dos meus olhos explodirem os rios
Que a lágrima tenha o nome.... de amor

Vagueio sozinho pelas brumas do ontem
Sonho contigo, comigo e acordo
Entre soluços ecoam os choros
De uma memória que arde... o hoje

O frio força a morte do sono
E no espelho vejo-me sozinho
Respiro e penso, olho e sorrio
Já ninguém morre.... por amor

E ao acordar
Vi-me sem ti
Que a vida e a força expludam em mim
Eu vou viver, vou despertar
Já te esqueci porque nunca... foste minha